22 2647-1899 22 2623-8167

Como funciona a temperatura de cor nas lâmpadas LED?

A maioria das pessoas tem optado pelas lâmpadas de LED na hora de trocar a iluminação da casa ou do escritório. Apesar do custo, a diferença do LED para as lâmpadas tradicionais está na durabilidade e na economia de energia, resultando numa conta de luz mais baixa no fim do mês.

Mesmo diante de tantos benefícios, existem alguns fatores mal compreendidos pelo público que escolhe o LED, como por exemplo: a potência, temperatura de cor, fluxo luminoso e IRC. Você conhece essas características?

– TEMPERATURA DE COR

A temperatura da cor de uma lâmpada se refere à aparência da cor da luz, que pode ser amarela, neutra ou branca. Ela é representada pela unidade de medida Kelvin (K). As lâmpadas podem ter três cores:

Luz amarela: varia de uma temperatura zero até 3.300K, sendo a luz quente. Essa opção é ideal para ambientes com uma atmosfera agradável e tranquila, como casa, restaurantes e hotéis.

Luz branca: com uma temperatura de cor que varia entre 3.300K a 5.300K, é considerada uma luz neutra. Por ser mais fria do que a luz quente, ela é ideal para ambientes de trabalho, pois facilita o foco e a atenção nas atividades.

Luz branca azulada: com uma temperatura de cor superior a 5.300K, essa opção é a luz fria. Ela proporciona a sensação de um lugar mais frio e que necessita de maior rendimento, nível de atenção, foco e agilidade. Por isso, é recomendada para hospitais e empresas.

– TEMPERATURA DE COR NA LÂMPADA LED

Como utilizar cada cor?

Na hora de escolher uma lâmpada, sua cor deve ser levada em conta pela sua influência direta no ambiente e na decoração. A luz quente, por exemplo, é ideal para decorações residenciais, quartos e salas. Essa opção é mais aconchegante, por isso, deve ser utilizada em lugares de relaxamento e descanso.

Já a luz neutra, por ser mais clara, deixa o ambiente mais iluminado, com uma aparência mais branca. Em casa, essa opção é ideal para cozinhas, lavanderias e banheiros, pois facilita o foco nas atividades. Além disso, ela também é ideal para escritórios e empresas.

No caso da luz fria, por ser uma cor de “atenção”, não deve ser usada em ambientes residenciais. Nesse caso, são ideais para hospitais e áreas externas.

 

Gostou das dicas? Fique de olho nos nossos próximos posts e conheça mais algumas informações importantes para o dia a dia da sua casa.

Engeluz Home Center – Mais de 40.000 itens para sua casa

 

 

 

 

Kit de ferramentas: faça você mesmo pequenos reparos e consertos na sua casa

Montar um kit de ferramentas para realizar pequenos reparos em casa não é tão complicado quanto parece. Ferramentas básicas são indispensáveis para facilitar a manutenção de pequenos reparos e facilitar o seu dia a dia, além de economizar tempo e dinheiro.

Confira algumas dicas de materiais necessários:

Kit Básico: trena, chave inglesa, anilha, estilete, fita isolante, bucha, fita de vedação, cola instantânea, fita dupla face, martelo, chave de fenda, alicate, tesoura, prego, parafuso, fita isolante, vedante de torneira e furadeira.

Kit Intermediário: furadeira de impacto, nivelador, chave de teste, alicate de bico, martelo de borracha, chave de catraca, silicone líquido, trena, uma serra pequena, pistola para aplicação de cola quente, kit para pintura e lanterna.

Não se esqueça da caixa de ferramentas para organizar e transportar as peças. Essa dica importante te deixará preparado para colocar a mão na massa e fazer consertos simples sem complicação.

 

Como escolher o vaso sanitário ideal para o seu banheiro

A escolha do vaso sanitário no processo final da reforma ou construção do banheiro deve ser cuidadosa. No mercado, estão disponíveis variedades e diversos modelos diferentes. Todas as características do produto devem ser levadas em consideração.

O ideal é escolher peças que estejam de acordo com o espaço disponível, sejam funcionais e não extrapolem o orçamento. Confira algumas dicas práticas para fazer essa escolha de forma correta:

  1. Defina o tipo de vaso sanitário para o seu banheiro

É importante que você conheça os principais tipos de vaso disponíveis no mercado. Os modelos mais utilizados são os vasos convencionais e os vasos com caixa acoplada. Os vasos convencionais são simples e compactos. Essa opção é indicada para banheiros pequenos.

Já os vasos com caixa acoplada, são opções modernas, econômicas e sustentáveis. Geralmente eles contam com duplo acionamento de escoamento de água (3 e 6 litros), o que evita o desperdício.

  1. Escolha uma modelo que combine com a decoração

Há muito tempo o vaso sanitário deixou de ser apenas um item funcional. Hoje, além da funcionalidade, essa peça acrescenta valor à decoração do espaço. Por isso, é fundamental escolher um vaso com estilo, design e cor que combinem com a decoração do banheiro ou lavabo.

  1. Fique atento ao tamanho do vaso sanitário

Uma dica de ouro na hora de escolher o vaso sanitário é prestar atenção nas dimensões da peça. Independentemente do modelo e da cor, é necessário conferir a largura, a profundidade e a altura.

  1. Preste atenção nas questões técnicas

Não escolha o seu vaso sanitário sem antes analisar questões técnicas, como a instalação hidráulica e os materiais necessários.

Se for preciso, procure a ajuda de um especialista para orientar suas decisões e definir se será preciso fazer adaptações no espaço para que o vaso sanitário seja instalado.

Aproveite essas e outras dicas no nosso Engeblog. Toda semana um conteúdo diferente e útil para o seu dia a dia.

Economize sua energia

Todos nós podemos ajudar a combater o desperdício. Consumindo a energia elétrica de forma racional, ajudamos a preservar o meio ambiente e ainda geramos uma diminuição no custo da conta de energia elétrica. Seguindo algumas dicas simples, podemos fazer a diferença para o planeta e também para o nosso bolso!

Veja abaixo algumas dicas simples que vão fazer a diferença no seu dia a dia:

– No verão, ajuste o seletor do chuveiro elétrico. Dessa forma é possível reduzir em 30% o valor do consumo de energia elétrica gastos com a água quente;

– Não deixe a porta da geladeira aberta por muito tempo;

– Espere juntar uma boa quantidade de roupa para lavar e passar;

– Televisores e computadores só devem ficar ligados quando estiverem sendo usados;

– Explore ao máximo a iluminação natural da sua residência. Crie um ambiente arejado com portas e janelas amplas, bloco e telhas de vidro;

– Faça uso de minuterias eletrônicas: dispositivos que quando acionados iluminam o ambiente por aproximadamente 1 minuto;

– Procure instalar a geladeira longe de locais quentes e dos raios solares. Assim, evitamos o consumo elétrico desnecessário do produto;

– Não use a parte de trás da geladeira para secar objetos ou tecidos;

– Utilize lâmpadas mais econômicas como as de LED e substitua as tradicionais lâmpadas da área externa por luminária solar;

Aproveite nossas dicas! Acompanhe nossa página nas redes sociais e fique por dentro das novidades.

Iluminar é decorar

Um bom projeto de iluminação é fundamental para valorizar a arquitetura, a decoração e transmitir as sensações corretas em cada ambiente da casa. Tratando-se de Iluminação na hora de decorar, não fique preso somente aos lustres, existem diversas opções como: luminárias, pendentes, spots, dimmers, abajures! Saiba um pouco mais sobre algumas dessas opções disponíveis no mercado!

Dimmer

São dispositivos utilizados para variar a intensidade de uma corrente elétrica média em uma carga. Este produto serve para você mesmo poder controlar a intensidade da iluminação do ambiente conforme a necessidade. Essa opção é ideal para quartos!

Spots

Luzes modernas e eficientes que ficam embutidas no teto. Elas iluminam de maneira uniforme todo o cômodo e não “cansam” o ambiente. Funcionam muito bem no destaque de ambientes, objetos, áreas de trabalho e também com finalidades decorativas.

Lâmpadas de LED

São as mais usadas hoje em todos os setores, por serem mais econômicas e sustentáveis.  Na cozinha prefira as lâmpadas tubulares LED, que não possuem reatores. O Spot LED é muito usado em sanca pois contribui para uma iluminação elegante e pode ser utilizado em diversos ambientes.

Luz branca ou amarela?

Prefira as lâmpadas brancas para ambientes que necessitam de luzes fortes, como banheiro, cozinha, corredor e áreas externas. As lâmpadas amarelas são mais aconchegantes, por isso são utilizadas em cômodos tranquilos como nos quartos.

Decorar com iluminação faz toda a diferença, pois com a escolha certa você pode modificar um ambiente sem ter que investir em muitos itens.


Para ajudar você a deixar a sua casa impecável na iluminação, nós oferecemos o serviço de consultoria de iluminação gratuita aos nossos clientes.

Quer saber mais? Clique aqui e confira alguns dos nossos projetos.

Até o próximo post.

 

A beleza da arquitetura

Apartamento na Barra da Tijuca – Rio de Janeiro

Por Gisele Ribeiro – Arquiteta. Apoio Engeluz Home Center (Búzios e Cabo Frio)

Neste artigo, a arquiteta Gisele Ribeiro irá detalhar um de seus grandes projetos realizados ao longo de sua vida profissional. Sua excelente atuação na cidade de Búzios por meio de seu escritório, a levou a desenvolver projetos em outras cidades e estados, como é o caso deste trabalho abaixo que foi realizado na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro.

 

Sala de tv integrada com a área de lazer

Integrar a sala com outro ambiente ou até mesmo com a casa toda é uma expressão do estilo de morar contemporâneo, que prioriza o convívio entre as pessoas e o compartilhamento de experiências. Assim, esse recurso, além de aproveitar melhor os espaços, propicia o encontro entre os moradores e também um jeito de receber mais despretensioso e agradável. Esse foi o pedido dos meus clientes.

É importante ressaltar que quando a opção for ficar na sala para assistir a um filme no escurinho é simples e fácil: só fechar as cortinas e as portas de vidro e o ambiente vira uma sala de TV como qualquer outra.

Neste ambiente destaco para os detalhes em gesso no teto e a iluminação. Busquei imprimir sofisticação ao projeto, utilizando luminárias e móveis, cortinas, papeis de parede e almofadas que ampliam a sensação de conforto, assim como o estudo de luminotécnica que definiu o projeto de iluminação.

A sala que abriga o aparelho de televisão é, geralmente, também um espaço onde os amigos e parentes se reúnem para jogar conversa fora.

Para aproveitar da melhor forma possível os recursos da sua sala caseira de cinema, evitei os feixes de luz atingindo diretamente o televisor. Desviei também qualquer tipo de iluminação virada para os telespectadores.

Neste caso usei a iluminação principal do ambiente indireta e alguns focos de luz diretos para darem uma certa dramatização ao ambiente, exemplo são os focos no painel acima da TV e os focos que iluminam o aparador.

Fitas de led iluminam em destaque os quadros com as camisetas que são o xodó do cliente.

Dimmers foram usados para dar variações a intensidade de luz, deixando cada dia um clima diferente para a sala.

 

Lavabo da piscina

O banheiro da área da piscina ganhou revestimentos de filetes em madeira patinada com vidro e as arandelas destacam ainda mais o revestimento com os focos de luz lavando a belíssima parede revestida.

 

Piscina

A piscina é toda revestida de pastilha azul turquesa, fazendo uma releitura do mar do Caribe (pedido da cliente). A iluminação interna deu um realce à beleza das pastilhas. Uma cascata em inox foi embutida na parede de pedra, graças ao seu design com iluminação, produz uma lamina de água dando um toque de luxo para a piscina.

Focos de luz indicam o caminho na lateral da piscina.

 

Quarto preto e branco

 

Para esse quarto de adolescente a paleta de cores escolhida foi o preto e branco.

A iluminação destaca o papel de parede nos nichos com focos de led. No centro do quarto um pendente branco com cristais fume é o destaque neste ambiente.

A combinação do preto com o branco, quando bem utilizada, pode criar ambientes modernos, chiques e aconchegantes.

 

Quarto 2

Também um quarto de adolescente.

Neste quarto dou destaque ao papel de parede e cabeceira da cama na cor uva. A iluminação geral do quarto é uma iluminação indireta, tanto no teto como nos nichos. Foram usadas fitas de led branca quente.

 

Lavabo da sala

Este lavabo fica no hall de entrada do apartamento, para disfarçar uma porta logo na entrada do apartamento criei um painel em laca branca e madeira e destaquei o painel com focos de luz direta, lavando o painel. Logo uma porta que era para ser disfarçada acabou sendo o destaque com a iluminação.

E quando a porta é aberta uma belíssima parede revestida em madrepérola é iluminada por fitas de led, uma grande surpresa para quem entra.

 

E aí, gostou do projeto?

A Engeluz Home Center foi a loja que forneceu os materiais de iluminação para o desenvolvimento deste projeto. Caso você precise, eles têm uma ótima variedade e excelentes produtos de iluminação, além de muitos outros produtos para casa.  Repare neste projeto que a iluminação bem planejada transforma qualquer ambiente.

 

Sobre Gisele Ribeiro

Formada ao final de 2005 no Rio de Janeiro, a arquiteta Gisele Ribeiro tornou-se residente da cidade de Armação dos Búzios no mesmo ano, onde abriu seu escritório. Hoje possui na cidade diversos trabalhos nas áreas de arquitetura de interiores, empreendimentos comerciais e construção de residências. Dentre os vários projetos desenvolvidos, em Búzios e em outras cidades, destacam-se a elaboração de projetos residenciais e a arquitetura de interiores.

Tem como objetivo solucionar “problemas”, transformando-os na realização de sonhos. Filtrando tudo de forma clara, simples e prática, mostra as tendências atuais, materiais e tecnológias mais adequadas para cada ambiente, deixando-os claros e leves, Acredita que cada ambientes deve ser planejado com muita criatividade. Isso é arquitetura!

Não existe um estilo ou forma pré-definida e sim o resultado de uma ideia, que quando bem articulada e corretamente executada, personaliza o projeto e sela o compromisso com cada um de seus clientes. Sua maior realização é seus clientes felizes e satisfeitos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Led pra decorar e economizar

 

Todo mundo sabe da importância da iluminação para a decoração e até segurança da casa. O melhor de tudo é quando você consegue unir a harmonia da decoração com a economia na sua conta de luz. Afinal, sabemos o quanto está caro o fornecimento de energia em país.

Por isto, hoje o post do Engeblog irá abordar sobre a importância das lâmpadas de led para a decoração e a economia da sua casa.

 

  • Led na área externa da casa

 

A área externa da casa tem muitos elementos para serem destacados na iluminação, como jardim, plantas, árvores, caminho para a entrada e piscina, por exemplo.

No jardim, você poderá utilizar alguns spots direcionáveis para destacar alguma planta que você gosta. Para iluminar o caminho até a entrada da casa, você pode usar postes ou até mesmo luminárias solar como mostra a imagem abaixo:

 

 

  • Leds cromáticos

 

O grande barato dos leds cromáticos é a variedade de possibilidades de cores que você utilizar para a iluminação. Aí vai do seu gosto ou do seu objetivo: cor vermelha remete ao romântico, o azul ao relaxamento, e amarelo remete a energia.

 

  • Iluminação em móveis

 

Os móveis também são ótimas ferramentas para iluminação decorativa. Experimento utilizar lâmpadas de led em alguns locais como debaixo do tampo da mesa e por volta do espelhjo, por exemplo.

 

  • Fitas de led

 

As fitas de led tê ótima flexibilidade e facilidade de aplicação em diversos tipos de ambiente. Você pode utilizar as fitas de led como forma de iluminação indireta, ou seja, sem ser a luz principal do ambiente, e sim como uma iluminação secundária como um ponto único de luz em uma superfície. Além da praticidade existe várias cores que podem ser utilizadas, sem contar com o baixo custo de energia.

 

 

  • A economia do led

 

O led revolucionou o mercado de iluminação pelos seguintes benefícios:

 

  • Longa vida útil
  • Redução dos custos de manutenção
  • Alta Eficiência Energética
  • Não emite Infra Vermelho e Ultra Violeta no facho de luz, o que não desbota roupas ou obras de arte.
  • Com o uso de lentes o facho pode ser direcionado aumentando a eficiência
  • Dimerização sem variação de cores
  • Controle de cores é dinâmico
  • Graças ao seu tamanho o led gera novos conceitos de iluminação
  • Resistente a vibrações e impactos.
  • Não tem materiais pesados como mercúrio, não poluindo o meio ambiente no descarte.
  • Baixa tensão o torna mais seguro em algumas aplicações
  • Alta Eficiência em ambiente frio
  • Baixa emissão de calor, reduzindo o consumo de ar condicionado
  • Pode ser desligado e ligado sem alterar a sua vida útil

 

 

Caso você precise de uma ajuda na iluminação da sua casa, nós oferecemos o serviço de consultoria gratuita a nossos clientes.

 

Esperamos que aproveitem as dicas. Até o próximo post.

Dicas para não se acidentar com ferramentas manuais

 

Preste atenção nas dicas que daremos hoje e evite acidentes em sua casa. Quando vamos utilizar uma ferramenta e não percebemos ou “fechamos os olhos” para determinados problemas, podemos acabar nos ferindo com uma ferramenta inadequada ou em mau estado.

 

Dica 1: Conheça a ferramenta que está utilizando

Utilize ferramentas adequadas e apropriadas ao que você pretende fazer

Dica 2: Verifique a eficiência e qualidade da ferramenta

Caso a sua ferramenta esteja com defeito ou gasta com o tempo, não utilize sem fazer um reparo ou até mesmo trocá-la por uma nova.

Dica 3: Não invente moda

Jamais force a ferramenta em direção a partes que cortam. Quando não der, proteja a parte que corta.

Dica 4: Concentre-se

A máquina/ferramenta é manuseada por você, logo, pense antes de usá-la e concentre-se. Não faça nada de forma distraída.

Dica 5: Organize seu material

Após acabar o serviço, limpe as ferramentas e mantenha tudo guardado organizadamente.

Dica 6: Uso de Equipamentos de Proteção Individual E.P.I.

Dependendo do serviço que você vá fazer, é necessário a utilização de algum equipamento de proteção, como uma luva, capacete, bota ou óculos, por exemplo.

 

Essas são as nossas dicas para vocês realizar um trabalho caseiro seguro e longe de acidentes.

As nossas lojas de Búzios e Cabo Frio possuem enorme variedade em ferramentas e equipamentos de proteção individual. Caso precise estamos prontos para ajuda-lo e atende-lo.

Até a próxima dica.

 

5 dicas para escolher as louças do seu banheiro

1° Defina o estilo do seu banheiro

Antes de tudo, defina qual será o estilo do seu banheiro: clássico, moderno, rústico ou funcional. As louças a serem escolhidas devem estar em total sinergia com a decoração do cômodo. Isso facilitará a sua busca pelas louças e deixará o seu banheiro com a cara que você quer.

f051d14e0356b05b_2769-w500-h666-b0-p0--rustic-bathroom

2° Meça o espaço do cômodo

Com a metragem correta você evitará surpresas desagradáveis. Não adianta você ir às compras e escolher suas louças sem antes de medir o espaço. Fazendo isso você correrá o risco de o produto não se encaixar de forma adequado no cômodo.

 3° Conjuntos são ótimas opções

Para quem está indeciso ou não gosta de escolher, optar por conjuntos fica muito mais fácil. O conjunto de louças evitará diferenças na tonalidade das cores e fará com que você combine as peças mais fácil.

4° Preste atenção nas coloridas

As cores ajudam a dar um tom de alegria ao espaço, mas preste atenção antes de escolher uma louça colorida para o seu banheiro. Uma peça muito chamativa no seu banheiro acaba deixando o seu cômodo aparentemente menor. Na loja sempre fica muito bonito, mas imagine sempre como ficará no seu banheiro e se irá compor a decoração.

5° Escolha louças fáceis de limpar

Priorize as peças práticas de limpar. As linhas retas são as melhores para cubas semi sobrepostas, e as ovais e redondas ficam muito bem e sobreposição total. Na louça sanitária, as caixas acopladas são as melhores opções, pois são bem mais fáceis de limpar.

 

Na Engeluz Home Center de Búzios e Cabo Frio você encontra uma ótima variedade de louças das melhores marcas do mercado.

Espero que tenham aproveitado as informações. Até a próxima dica.

A importância do PH para a piscina

PH. Todo mundo já ouviu falar nesta sigla, mas será que você sabe qual é a importância dela para manter o tratamento da sua piscina?

Hoje nós vamos abordar tudo que envolve o ph, sua importância e como controlar/alterar o ph da sua piscina.

 

O que é o PH?

pH significa “Potencial Hidrogeniônico”

É o poder de concentração de íons H+ em uma substância, que neste caso será a água da piscina. De forma geral, resume-se a quantidade de íons de Hidrogênio dispersos na água, o que na verdade, determina se a água está ácida, está neutra ou está alcalina (básica).

 

Para que serve?

 

Serve para manter a acidez da água, aumentando a durabilidade da mesma.

Aí vai alguns ótimos motivos para tratar o ph da sua piscina:

  • Os produtos químicos para tratamento da piscina caso sejam utilizados em uma piscina com água muito ácida (pH menor que 7), vão apresentar resultados ineficientes, pois eles são feitos para serem usados em água com pH entre 7.2 e 7.6, ou seja, levemente alcalina.
  • Se o pH estiver baixo, você sofrerá irritações nos olhos, pele e mucosas, além  das partes metálicas dos equipamentos da piscina que também serão danificados devido ao processo de corrosão da água.
  • Caso a água esteja muito alcalina (básica), os produtos de desinfecção da água terão sua eficácia diretamente comprometida, a água da piscina se tornará turva facilmente e inicia-se, ao invés de processos de corrosão, processos de formação de calcário nas tubulações e equipamentos.

Qual é o pH ideal para a água?

O pH ideal é 7.2! É o valor que se equivale ao pH da lágrima de nossos olhos.

 

Veja como corrigir o pH da sua piscina

 

Antes de tudo, em nossas lojas de Búzios e Cabo Frio você terá os produtos necessários para medir e controlar o pH da sua piscina.

Vamos lá.

Com o estojo de medição, normalmente vem o medidor de cloro e o medidor de pH.

Ao medir o pH da água, caso ela esteja ácida (menor que 7), adicione o pH+. Caso ela esteja muito alcalina (maior que 7.6), adicione o redutor de pH. Tente manter o pH ideal, de 7.2.

 

Agora é com você. Cuide bem da sua piscina e aproveite o verão.

Até a próxima dica.