Dica de reforma: renove as cores da sua casa de forma simples

Reformar não é fácil, mas pode ficar um pouco mais barato se você mesmo encarar o desafio de realizar essa tarefa. Reunimos algumas dicas de como fazer esse trabalho de forma simples e começar o ano novo com a casa renovada!f_147101

Para realizar essa tarefa, você vai precisar de: lixa n° 150, jornal velho, fita-crepe, rolo de pintura, bandeja para tinta, tinta, massa corrida, trincha e espátula.

Para saber a quantidade de tinta que será usada, calcule o tamanho da área que será pintada. Meça as paredes e multiplique pela altura do pé-direito (altura do chão ao teto). Em seguida, multiplique essa metragem pelo número de demãos, geralmente são de duas a três. No rótulo, algumas latas de tinta indicam a área que aquela quantidade irá cobrir. Peça ajuda aos vendedores, eles vão auxiliar a calcular a partir da metragem a ser pintada.

Forre o piso com o jornal, retire os espelhos dos interruptores, cubra os móveis e proteja com fita-crepe as maçanetas, rodapés e batentes. Tampe os buracos superficiais da parede com massa corrida, usando uma espátula. Deixe secar por 20 minutos e passe a lixa n° 150;

pintura-03-730x548

Mexa a tinta e pinte com a trincha cuidadosamente uma faixa horizontal rente ao teto. Com um rolo, aplique uma parte da tinta na parede seguindo sempre a posição vertical até cobrir toda a área desejada. Espere que a tinta seque totalmente antes de passar a próxima camada;

Se a ideia é que a parede tenha faixas coloridas, faça desenhos com a fita-crepe. Escolha uma cor para ser a predominante e alterne com tonalidades harmônicas ou brancas. Comece cobrindo com tinta uma parte sim e outra não. Espere secar totalmente e retire a fita. Com uma nova tira adesiva, cubra delicadamente a borda já pintada. Pinte os espaços restantes. Um pincel fino dará o acabamento entre as cores.

Essas dicas simples vão transformar a sua casa! Aqui na Engeluz Home Center você encontra tudo que precisa para realizar esse processo. Estamos esperando a sua visita!

Como fazer a manutenção e limpeza da sua piscina

Aproveitar os dias de calor intenso numa piscina refrescante é uma delícia. Porém, para aproveitar todos os benefícios de uma piscina limpinha é necessário fazer regularmente a manutenção dela. Confira algumas de nossas dicas para realizar esse processo sem dor de cabeça e aproveitar muito!

A água da piscina não precisa ser trocada com muita frequência, desde que a manutenção seja feita corretamente. Para isso, sua manutenção precisa ser feita a cada 15 dias. Para realizar a limpeza perfeitamente, alguns itens são indispensáveis. Você vai precisar de: vassoura, peneira de cabo longo, escova macia, decantador de piscina, aspirador para piscina e cloro.

Começando a limpeza! Confira o passo-a-passo:

Área externa – No entorno da piscina costuma acumular sujeira e resíduos conforme a circulação de pessoas, animais, folhas, entre outros. O indicado é antes começar a limpeza, varrer toda área, evitando que caia sujeira na água.

Filtros – É muito importante fazer a limpeza da coadeira ou skimmer. Normalmente, esse item fica na lateral da piscina e capta a sujeira que fica na superfície da água, como pequenos insetos, flores e folhas. Esvazie o depósito de sujeira manualmente e limpe o pré-filtro. Para isso, não se esqueça de desligar o sistema de filtração e fechar os registros necessários antes de acessá-lo.

Peneirar a superfície – Retire toda a sujeira da superfície da água, como insetos, flores, folhas e outros resíduos com a peneira de cabo longo.

Escovação – É preciso também limpar o revestimento da piscina, para retirar acúmulo de algas e resíduos grudados. Utilize a escovação nessa etapa. Ela é ótima para deixar os azulejos e pastilhas limpos e mais bonitos.

Aspiração – Após a escovação da piscina, utilize o decantador: um produto que solidifica a sujeira mais fina e a leva para o fundo. Para retirar tais resíduos, faça a aspiração de forma gradual e lenta para que a sujeira não se espalhe para o restante da piscina novamente.

Tratamento químico – Outro detalhe importante é finalizar o cloro para o tratamento da água. Este produto químico desinfeta a água, matando os microorganismos que podem ser nocivos quando não tratados.

Bombas e filtros – O filtro é o responsável pela retirada da sujeira que fica suspensa na água, tornando-a limpa. Porém sua importância não se limita a retirada dos resíduos da água. Junto a bomba e o ralo, o filtro é essencial para distribuição homogênea dos produtos químicos utilizados para desinfetar a água e torná-la cristalina e própria para uso.

Algicida e elevador do ph – Além do cloro, há outro tratamento de choque para recuperar a qualidade da água da piscina: o algicida. Ele é utilizado sempre que houver uma infestação de algas na piscina, fazendo uma supercloração na eliminação dessas impurezas. Mas fique ligado: não pode usar o cloro e o algicida no mesmo dia, pois ele são produtos químicos incompatíveis e pode causar manchas no revestimento da piscina.

Para o tratamento da água ser mais eficiente, é importante ficar atento ao nível de pH, que deve estar entre 7,2 e 7,6. No mercado existem kits que medem e regulam a alcalinidade da água. Lembre-se de que o pH certo é essencial para a eficiência de outros tratamentos como o cloro.

Reserve um tempo para realizar a manutenção da piscina. Apesar de simples, é preciso muita atenção e cuidado. Dessa forma, você poderá aproveitar os dias de calor com muito mais qualidade!

Aproveite para visitar a Engeluz e comprar os produtos para a manutenção e limpeza da sua piscina.