Como organizar seus produtos de limpeza

Antes de tudo, o mais importante é saber que os produtos de limpeza devem ser guardados em um local fora do alcance de crianças.

Bom, toda área ou lavanderia costumam ser aquela zona que fica até difícil de encontrar as coisas. Neste posto, nós vamos te dar algumas dicas de como você pode deixar as tarefas domésticas muito mais eficazes.

Prepare a lista de todos os materiais que você tem separados por categoria.

Ex:

Uso para limpeza em geral

  • Aspirador de pó
  • Vassoura
  • Rodo
  • Pá de lixo
  • Sacos de lixo
  • Panos de chão
  • Baldes
  • Luvas de borracha
  • Panos de limpeza
  • Flanelas
  • Esponjas
  • Espanador
  • Borrifadores

Produtos de limpeza geral:

 

  • Palha de aço
  • Sabão em pó
  • Sabão em pedra
  • Detergente
  • Água sanitária
  • Desinfetante
  • Desengordurante
  • Álcool
  • Limpa vidros
  • Lustra móveis
  • Saponáceo

 

Limpeza das roupas:

 

  • Tábua de passar
  • Ferro
  • Sabão de coco
  • Amaciante
  • Alvejante
  • Tira manchas

 

Como guardar?

Guarde em vasilhas ou gavetas separadas por categoria. Não misture na mesma vasilha, por exemplo, um álcool e um tira-manchas porque depois você vai encontrar dificuldade para achar o que você precisa.

 

Recomendações

  • Verifique a validade dos produtos
  • Leia o rótulo dos produtos para saber a melhor maneira de usá-los
  • Deixe as embalagens bem fechadas para manter a eficácia do produt

 

Mini jardim

Mini jardim – Bricolagem

Muitas pessoas adorariam ter um jardim em casa, mas, muitas vezes, moram em apartamentos ou casas que acreditam ser difíceis de cultivar.

Alguns objetos que você não usa mais podem ser reutilizados para criar um jardim bonito e criativo, com plantas e até temperos.

Veja abaixo o que você vai precisar para montar o seu:

– Um recipiente, seja ele de vidro, uma embalagem ou até mesmo uma xícara;

– Uma pazinha para despejar a areia;

– Argila expandida;

– Areia de construção;

– Substrato;

– Mudas de plantas ou dos temperos que você desejar.

Passo a passo:

1 – Pegue o “vaso” que você escolheu e coloque a argila expandida;

2 – Por cima da argila coloque a areia e em seguida o substrato;

3 – Faça uma cova no substrato que você acabou de colocar, até a altura da base;

4 – Retire a muda do vazinho com cuidado e coloque na cova;

5 – Regue sua mudinha sem encharcar;

6 – Coloque seu vaso em um lugar com luz solar. Sem isso, sua plantinha não irá crescer;

7 – Regue, uma vez ao dia, e tenha cuidado para não molhar muito.

 

Agora é com você. Mãos à obra.

 

Arquiteto ou decorador?

 

Arquiteto ou decorador?

Entenda a diferença entre esses dois profissionais e facilite a sua decisão.

 

Arquiteto:

Caso a sua obre tenha que ter alguma alteração estrutural, o arquiteto ou engenheiro civil são os profissionais indicados para isto, pois apenas eles têm autorização para mexer na hidráulica e elétrica da obra.

Pense no arquiteto com aquele que irá estruturar a sua casa, tanto funcionalmente quanto artisticamente de acordo com o seu desejo.

 

Decorador:

Como já diz o nome, o decorador tem um conhecimento mais voltado para elementos decorativos, incluindo mobiliário, acabamentos, cortinas, tapetes, luminárias e muitos outros objetos. Ele irá trabalhar através de referências e insights para deixar a sua casa em sintonia e harmonia com todos os elementos visuais. Se você não irá mexer com a  estrutura física de sua casa para fazer uma mudança, o decorador é o melhor profissional para ajuda-lo.

 

Na Engeluz de Cabo Frio e Búzios nós temos profissionais especializados em lighting design (projetos de iluminação) e não cobramos este serviço aos nossos clientes.

Se você está reformando ou construindo a sua casa, conte com a ajuda de nossos profissionais.

 

A facilidade das ferramentas elétricas

As ferramentas elétricas portáveis vieram para possibilitar uma enorme gama de trabalhos. Foram projetadas para facilitar o manuseio e o transporte para diferentes lugares sem muito sacrifício, sendo utilizadas na construção civil e nas indústrias transformadoras. Elas contrastam com os modelos de ferramentas padrões, que são instaladas permanentemente em um determinado espaço de trabalho.

 

As ferramentas elétricas podem tanto funcionar através de um cabo de eletricidade, como podem funcionar sem fio, alimentadas por baterias recarregáveis. Elas deixaram de ser somente para uso profissional. A facilidade de seu manuseio e praticidade na execução de serviços tornou sua presença indispensável em qualquer conjunto de ferramentas, residencial ou profissional.

 

Qualquer pessoa pode utilizá-las, desde que saiba como funcionam seus recursos para não se machucar durante o uso, utilize o equipamento de proteção individual (EPI) indicado para cada função e siga atentamente as instruções de uso.

 

Ao trocar ou colocar novos acessórios nestas máquinas, como lâminas de serra ou brocas, a ferramenta elétrica deve estar desligada da tomada para evitar acidentes.

 

Conheça abaixo os modelos mais utilizados no dia a dia:

 

Furadeira – É uma máquina que tem como sua principal função a execução de furos. Elas possuem um sistema de alavanca ou motor que aplica uma rotação a uma ou mais brocas que são responsáveis pela remoção do material.

 

Parafusadeira – Ela tem sua função destinada para apertar ou retirar parafusos. Famosa por ser utilizada na troca de pneus, ela também é utilizada em indústrias para evitar que o parafuso seja colocado com folga ou apertado demais.

 

Martelete – Ferramenta muito parecida com a furadeira, porém com poder de perfuração muito maior. Ideal para profissionais que precisam fazer muitos furos em paredes ou pisos de elevada dureza.

 

Lixadeiras – São dividas em máquinas para lixar madeira e máquinas para lixar metais.  As máquinas para lixar madeiras possuem uma base de borracha onde é fixada a lixa. Esta base pode ser quadrada, retangular, redonda ou triangular, dependendo da aplicação e modelo da máquina. Alguns modelos podem ser usados no acabamento de superfícies metálicas. Já as máquinas para lixar metais são utilizadas para lixar portões, chapas, soldas e estruturas metálicas em geral.  É recomendável escolher a lixa mais adequada para cada acabamento.

 

Esmerilhadeiras – É utilizada para trabalhos onde é necessário esmerilar, aparar rebarbas e cortar metais e materiais de construção. É necessário muito cuidado em seu manuseio, devido a ação violenta do seu disco e as fagulhas que provoca em contato com o metal. Recomenda-se o uso do equipamento de proteção individual, como uso de luvas, óculos de proteção, avental de couro e sapatos especiais. Também deve-se ter cuidado especial quando utilizada em presença de materiais inflamáveis.

 

Tupia – São utilizadas no acabamento lateral de fórmicas e outros tipos de coberturas após a fixação sobre outras superfícies. Para cada tipo de acabamento lateral ou desbaste, existe uma fresa com um desenho diferente.

 

Plaina – Ferramenta elétrica utilizada para aplainar superfícies, realizar correções de imperfeições e rugosidades, através da passagem de lâminas de corte em altíssima rotação sobre o material trabalhado. Requer muita atenção ao finalizar o trabalho, uma vez que ao desligar a máquina, a lâmina continua a girar por alguns instantes.

 

Moto esmeril – Ferramenta para ser fixa em uma mesa ou balcão. Ela é utilizada para desbaste de peças, afiação de lâminas e facas em geral ou eliminação de ferrugens e restos de tintas.